fbpx

Porque você deve melhorar a experiência do seu usuário já!

Se você procurar em 4 sites o significado de UX você encontrará 4 respostas diferentes. Isso acontece porque o termo, apesar de não ser tão novinho está sendo muito comentado e pesquisado nos dias de hoje. UX ou User Experience, traduzido literalmente significa Experiência do Usuário. Mas porque melhorar a Experiência do Usuário – com E maiúsculo – e o que isso tem a ver com meu produto? Pode ser que este artigo seja apenas mais uma resposta diferente, mas vou organizar de uma forma didática para que você possa entender.

Mulher usando aplicativo em celular
Mulher usando aplicativo em celular

UX (User Experience) ou Experiência do Usuário em português, foi um termo popularizado por Don Norman, quando ele fazia parte da Apple na década de 90. É a área responsável por projetar as experiências de uso (de produtos ou serviços) a fim de conquistar e fidelizar clientes. Em outras palavras, é tudo o que envolve a forma como o usuário interage com marcas, produtos, sistemas, aplicativos, sites, serviços. O que fez essa área vir à tona nesse momento é a relação mais óbvia que ela possui com produtos digitais.

Para melhorar um serviço ou produto, o designer de UX deve estudar o comportamento humano e todas as formas que o usuário poderá interagir com o produto ou serviço em questão.

Os 3 pilares

Para ser considerado um produto encantador a ponto de fidelizar e fazer com que o seu cliente não se volte mais para o seu concorrente, a experiência do usuário deve seguir 3 pilares:

1 – Facilidade de uso: O quão rápido e fácil é usar o serviço para atingir um objetivo?

2 – Utilidade: É útil para meu cliente a ponto de melhorar o seu dia a dia?

3 – Satisfação: O quão prazeroso, interessante é usar o meu serviço e não o do meu concorrente?

A ideia é equilibrar aspectos práticos, experienciais, significativos e valiosos do ponto de vista da interação.

Como o designer pode pensar a Experiência do Usuário antes de projetar?

O designer UX tem que conhecer o público que irá interagir com o serviço ou produto. De que forma?

1  – Através de entrevistas com clientes reais do produto

2 – Através de avaliações de como funciona o produto do concorrente

3 – Entrevistando a equipe da empresa responsável pela criação 

4 – Através de pesquisa sobre os problemas enfrentados pelo usuário daquele produto ou serviço de forma geral.

Após esses levantamentos o designer organiza a arquitetura da informação (como as informações serão categorizadas e distribuídas) e cria fluxos de tarefas possíveis para avaliar erros e possibilidades.

É muito comum o designer fazer um protótipo em papel (chamado wireframe) que é um desenho de como as telas de um aplicativo, por exemplo, serão ou se comportarão, qual o fluxo, qual o caminho mais fácil e com menos cliques. Para somente depois, validar e criar o aplicativo de fato para os primeiros testes com a programação feita.

Mulher com lápis na mão desenhando protótipo de aplicativo para celular.
Desenhando wireframes

UX em sites, aplicativos e softwares

Falando agora somente em  produtos digitais, podemos considerar que hoje, UX já faz parte do processo e é essencial para um produto ter sucesso. É muito comum as pessoas confundirem nesse caso UX com Design. Isso não é um erro total, pois a interação do usuário com o sistema está ligada a forma como a interface foi criada. Mas o UX é a parte mais profunda de tudo isso: 

Minha página carrega rápido ou frustrar o cliente?

O usuário encontra meu contato rapidamente ou fica perdido rolando a tela para achar?

O cliente passa por diversas etapas para comprar ou o check-out funciona de forma simples e inteligente?

Quanto melhor for a experiência desde o primeiro contato mais provável será o seu retorno ao site ou app. Importante falar que aqui conta também a emoção, a satisfação, o prazer e a felicidade do cliente ao usar o seu produto.

Avaliando a experiência do usuário

Porque melhorar a Experiência do Usuário?

O objetivo é vender mais, fidelizar mais clientes e pessoas que tem uma boa experiência com seu produto irão divulgar para outras pessoas e com isso mais pessoas usarão. As empresas que estão se destacando no mercado estão investindo em times contratados especificamente para melhorar a experiência do usuário do seu produto.

Para concluir

A Experiência do Usuário é finalmente o que uma pessoa sente ao usar seu produto.

Por isso ela deve ser estudada e levada em consideração na hora da criação de um serviço ou um produto digital. Especialmente produtos digitais estão sendo desenvolvidos em quantidades absurdas atualmente, e projetar algo que seja útil, simples e fácil para o seu cliente é o que fará diferença na hora da escolha e ele opte pelo seu.

Share on facebook
Share on twitter
Share on pinterest
Share on whatsapp
Share on linkedin
Share on google