fbpx

O que é Realidade Aumentada e como ela funciona?

A mistura entre vida real e virtual já cerca a imaginação das pessoas há muitas décadas. Séries e filmes já retrataram esse universo desconhecido e com os avanços tecnológicos, já é possível estar entre mundo virtual e real ao mesmo tempo através da Realidades Aumentada. Você sabe o que é Realidade Aumentada e em que contextos ela pode ser utilizada? Conheça nesse artigo os principais avanços desta tecnologia e como utilizar de forma criativa e estratégica no seu negócio.

Campanha de Páscoa utilizando Realidade Aumentada

Para começar vamos entender a diferença entre Realidade Virtual e Realidade Aumentada. O objetivo de cada uma delas é diferente. Enquanto a Realidade Virtual conecta o homem a um ambiente criado, novo e totalmente diferente do real, a Realidade Aumentada (RA) coloca componentes virtuais em um mundo real e promove a interação do homem com esses componentes expandindo as possibilidades.

Para simplificar, a Realidade Aumentada é uma experiência interativa do mundo real com objetos virtuais feita a partir de câmeras e sensores de movimento como giroscópio e acelerômetro.

Como foi desenvolvida?

A origem dessa tecnologia está lá atrás com o código de barras em duas dimensões o QR. Os primeiros sistemas que usavam experiências imersivas para os usuários foram inventadas em 1992,  com um sistema desenvolvido no laboratório Armstrong da força aérea.

Já os primeiros experimentos comerciais de realidade aumentada foram usados inicialmente  na indústria dos games. Um dos casos mais famosos e recentes foi o game Pokémon Go, onde a realidade estava misturada com elementos gráficos e em 5 meses foram mais de 100 milhões de downloads, tamanho o sucesso que a tecnologia faz.

Pokemon Go

Como ela funciona?

A RA combina um código QR a um programa de computador. Com esses códigos é possível projetar objetos virtuais em uma imagem do mundo real de forma a oferecer mais informações, expandir as fronteiras da interatividade e possibilitar o uso de novas tecnologias.

Para criar um objeto virtual, coloca-se o item real em frente à câmera para que o software crie o objeto virtual. O dispositivo, então, exibe o objeto virtual sobreposto ao real, como se ambos fossem uma coisa só. Como o software é programado com imagens ou ações predefinidos, quando o programa os recebe, ele os interpreta e exibe a resposta.

Onde e como ela pode ser usada?

Como dito anteriormente, ela começou a ser usada no entretenimento e nos games. Hoje a realidade aumentada pode ser usada de diversas formas e com vários objetivos. Está sendo muito utilizada na educação com o conteúdo sendo escaneado pelo aluno e ampliado na tela do celular com mais possibilidades do que os livros.

Está sendo muito utilizada também no design de produtos e em poderosas ações de marketing onde o consumidor pode interagir com o produto ou a experiência antes mesmo de adquiri-lo. Também é utilizada na bioengenharia, geologia, arqueologia e outras ciências. Já existem inclusive diversos sistemas de manipulação de Realidade aumentada disponíveis de forma gratuita.

E no seu negócio?

Faz muito sentido sua empresa usar essa ferramenta se ela faz parte de alguns segmentos específicos: entretenimento, jogos, comunicação, tecnologia e segurança na internet. Isso exige a dedicação de programadores e outros profissionais.

Empresas da área varejista de móveis por exemplo, tem se beneficiado fornecendo uma experiência ao usuário colocando o móvel na sala do cliente através da ferramenta e fotos reais da sala para melhor visualização do produto no local antes da compra. Marcas de tinta de parede também colocam cores nas imagens reais da sua casa.

Realidade Aumentada no segmento de móveis

No turismo as plaquinhas com QR Code estão sendo muito utilizadas.

Incluir essa tecnologia em uma campanha de marketing é uma opção econômica para entregar experiências, ajudar clientes, aumentar o engajamento da marca e fechar mais vendas.

Vale a pena estudar e planejar o uso dessa tecnologia tão interessante no seu negócio se ele faz parte dos segmentos citados. Com criatividade e tecnologia, as empresas podem, cada vez mais, conversar com o cliente de forma interativa e oferecendo experiências únicas na hora da decisão de compra.

E vocês?  O que acham dessa nova realidade para o seu negócio?

Share on facebook
Share on twitter
Share on pinterest
Share on whatsapp
Share on linkedin
Share on google