fbpx

A Inteligência Artificial em seus primeiros passos. Para onde vamos?

Ao longo dos últimos anos diversas questões foram levantadas sobre o uso da inteligência artificial. Pessoas desconfiando que teriam seus empregos eliminados, consumidores achando tudo muito robotizado e empresas com muitos dados mas sem saber o que fazer com eles. Antigamente, a margem de erro das tecnologias inteligentes eram grandes e os sistemas ineficientes.

Ao longo dos anos, a tecnologia em geral foi se aperfeiçoando e isso mudou muito.

Primeiros chatbots

Com o aparecimentos dos primeiros chatbots, muita gente se espantou com tal tecnologia mas isso foi se desmistificando porque as pessoas foram entendendo que o sistema funcionava através de uma relação de causa e consequência. Se o usuário desse bom dia, o robô responderia bom dia; se fosse digitado “dificuldades na compra” ele já enviava um texto pré definido. O problema começou a surgir porque haviam limitações e qualquer palavra errada travava a operação, por exemplo.

Agora o jogo mudou de novo e com mais avanços, as tecnologias inteligentes passaram a entender a intenção do usuário e responder de forma mais eficiente e o melhor, aprender a cada nova interação.

A inteligência artificial vem para contribuir com as experiências de usuários e a quanto mais são utilizadas mais inteligentes ficam.

O surgimento de novas tecnologias são uma oportunidade para a capacitação, além de gerar novos empregos, por meio de novas carreiras, como por exemplo o de Cientista de Dados, profissão que não existia há dez anos. Hoje, a inteligência artificial também permite um melhor mapeamento da jornada do cliente. O importante é utilizar a inteligência artificial de forma planejada para que traga ganhos reais na operação, estratégia e experiência do usuário.

Além da área de atendimento, este tipo de tecnologia já está sendo aplicada com sucesso em diversos setores, como na saúde, na área financeira e na agricultura, por exemplo. Mas devemos estar atentos, ela ainda não é capaz de criar empatia. Por este motivo, a união de inteligência artificial com humana se faz faz extremamente necessária para gerar melhores experiências em um mundo cada vez mais globalizado e conectado.

Share on facebook
Share on twitter
Share on pinterest
Share on whatsapp
Share on linkedin
Share on google